14.7.05

O homem que de fora se pôs dentro



Uma carta de Arsénio Robalo

Sem comentários mas com um abraço ao autor e a nossa compreensão, aqui fica a missiva endereçada a estes serviços pelo actual ponta-esquerda do Valcourense, que em conversa privada nos informou poder vir a representar, se o actual presidente perder as eleições, o grande...Mas não, não revelo pensando melhor - não devo antecipar-me aos jornais desportivos que em breve se farão eco da retumbante notícia.

"Meu caro Nicolau: Foi com surpresa e, porque não dizê-lo, mágoa, que tive na altura conhecimento de que consideraras dever manter-me à parte deste teu serviço cultural à nação que tantos aedos tem glorificado (a talhe de foice estou a lembrar-me de dois, ou melhor, um mas não digo o nome para não ferir susceptibilidades). Seja como fôr, o pretexto pareceu-me, tu desculparás, fracote: o ter eu sido constituído arguido no caso que todos conhecem. Mas...como fui constituído arguido? O que estará por detrás desse tentame?
Nada melhor do que exemplificar: acontece que num dia do final da Primavera me desloquei a Vila Figueira para cumprimentar o meu amigo Vítor, que está vereador do pelouro desportivo da autarquia daquela ridente povoação. Ele tinha zumzuns para mim, parece que um dos grandes clubes estava interessado na minha entrada para o seu grupo de trabalho. Como era altura do lanche, o Vítor disse-me com a cordialidade que o exorna: "Ó Arsénio, vai uma bucha?". E eu, que já estava com "galga": "Ó Vítor, então baza aí uma Grunnewaisser e uma sandes de presunto!".
E só pouco antes do nosso contacto é que eu soube que fora constituído arguido por recebimento ilícito de géneros...
Recordo-te que, conforme diz na sabedoria das nações, ninguém deve ser condenado na praça pública e eu até estou convencido que o que está por detrás é eu ter andado com a prima do (...) que, para se vingar, me está a enredar nesta marosca!
Mas não é o teu afastamento, um pouco injusto, que me vai impedir de ter escolhido um poema precisamente teu, que aqui deixo também para te causar um certo enrubescimento e para poderes ser acusado pelos tais de estares a fazer um brilharete, uma habilidade...":

O árbitro

Como Jesus entre os ladrões, orquídeas negras
porque três somos com bandeiras apito decisão
um homem faz de conta que não é alvo negro mou-
che e capital de dor para milhares de bocas ávidas
entre dentes e pernas e gritos de quem soletra
a vitória e as derrotas maiores de hoje,
ontem, amanhã.
Subo por mim acima e o meu gesto é uma flor car-
nívora que adeja na ponta de um braço um dedo
preparado apitando como um comboio um deus um homem.
Às vezes levo com uma garrafa na cabeça um
insulto no coração uma obscenidade nas
partes baixas. O meu território é o do Deve
Haver o lume nos olhos à coca de pisaduras
cotovelos cabeçadas. Sacerdote de potências
obscuras comando redimo restauro derrotas e
figas feitas com um cartão vermelho outro a-
marelo sóis negativos no poente ou no nas-
cente da terra palpitante onde quem os tem
no sólido é que pode ganhar.
Conhecem minha Mãe melhor/pior do que eu
sem nunca a terem visto. E fico enfeitado como
um sátiro um touro uma anedota. Caricatura
franca de flores e traques eu é que não ligo
um homem que corre por gosto não cansa.

Lá por andar de preto não vou desaparecer
ingloriamente. É para distinguirem a
geografia íntima terreal convicta da minha
qualidade.
Pelo-me por penalties. Mas o jogo é que tem
o redondo de tudo o que é volta à tristeza
à alegria ao frio das tripas de fora de den-
tro da bola que em nós corre como um rega-
to de Verão seja em dia seja em noite de final.

E nunca irei pr'ó penico, mesmo que insistam.

(in "Os objectos inquietantes")

5 Comments:

Anonymous Zé Povão said...

Excelente! isto está cada vez melhor!!! parabéns, Nicolau!

6:25 da tarde  
Anonymous F. said...

Mas este desenho é uma caricarura - ai os marotos - do Rui Amaral!

Como é que o autor teria tido acesso à expressividade do dito?

Carago!

6:46 da tarde  
Blogger Rui Manuel Amaral said...

A sério? Pareço-me com o Futre? Será que sou capaz de passar por jogador de futebol? Ponho já isso a render.

9:45 da manhã  
Anonymous F. said...

Foi uma pequena brincadeira de mt estima!
Se não está totalmente igual foi porque o João teve de trabalhar avant la lettre apenas por indicações que eu lhe dê do teu perfil desportivo...
Mas está quase tão garboso como o original!

11:23 da manhã  
Anonymous F. said...

Ali é dei, enganei-me e fiz "gralha".

11:24 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home