2.10.03

Vai no Batalha #4

O FC Porto lá perdeu ante os "galácticos" (irritante expressão!) do Real Madrid - como quase todos anteviam dada a descomunal diferença de orçamentos - mas manda dizer a "verdade desportiva" (outra!) que os da casa não deslustraram. Aliás, não foram o sacana do Figo, que se lembrou ontem de voltar à velha forma (se não jogar sempre assim na selecção, proponho desde já o seu expatriamento... para Barcelona), o implacável Zidane, ainda o melhor jogador do mundo, e as habilidades do Solari, do Guti e de outros, o Porto podia ter arrancado, no mínimo, um empate. Mas, num jogo em que a possibilidade de derrota está sempre à espreita, o 1-2 teria sido mais justo.

A propósito de futebol: o que faz o slogan do Governo, "Portugal em Acção", no final do anúncio publicitário em que o Scolari convoca meia dúzia de desgraçados para a selecção nacional? Eu bem sei que é o ICEP que paga, e não a FPF, mas ainda assim sugere-me uma "perigosa promiscuidade político-futebolística", como diria o Rui Rio.