24.9.03

Vai no Batalha #2

Esta Santa Madre Igreja não pára de nos surpreender. Então agora as doutas e sisudas inteligências reunidas nas congregações do Vaticano propuseram uma série de proibições nos rituais católicos: as mulheres não podem ajudar à missa (terão alma?) e passa a ser proibido bater palmas (quem as bate?) e dançar (quem o faz??) no meio do culto. Está tudo no último número da revista "Jesus" (como é italiana, será que chega cá?). Confesso que nunca a li. O certo é que já há para aí alguns padres (talvez os mais sensatos) a mexerem-se nas cadeiras. E com razão. Queixam-se as autoridades eclesiásticas de que há falta de vocações, diminui a afluência às igrejas... que tal, desta vez e só para variar, queixarem-se um bocadinho delas próprias? Assim, não admira que as IURD's prosperem, aí, ao menos, há música, pimba não interessa, porque a alma também se alimenta desses contágios espúrios. Tudo isto me faz lembrar uma sentença de um conhecido filósofo do direito que dizia "enquanto a realidade avança, o direito vai manquejando atrás". Neste caso, poderia dizer-se: "A realidade já meteu a primeira e vai por aí fora; a Igreja, por seu lado, fez inversão de marcha".